sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Mulher gosta de bandidos, ladrões e marginais

Mulheres fazem visitas intimas com bandidos, que nunca viu na vida! 



Simoni é um exemplo, se envolveu com um
presidiário e ainda teve filho com ele.
Mulheres têm certo fascínio por homens extremamente perigosos, quando mais psicopata, assassino, bandido, marginal, estuprador, traficante, etc mais molhadinha fica por esse tipo de homens. A grande maioria de assassinatos de mulheres acontece, porque elas estavam envolvidas com caras de piores tipos, mas quando acontece uma tragédia, as feministas fazem escândalos, igualando todos os homens como um mal, que deve ser extirpado da face da Terra.
Existem inúmeras matérias das feministas, que defendem as mulheres que vão visitar os seus agressores na cadeia, que são mulheres que amam os seus companheiros, onde passa todo tipos de humilhações para poder visitar o namorado ou marido bandido. As feministas falam isso como exemplo a ser seguido pelas outras mulheres, onde humanizam essas mulheres.
Ao contrário, as feministas satanizam os homens, que não vão visitar as suas companheiras na prisão, que elas são totalmente esquecidas pelos seus amados. Fazem apelos para os homens visitarem as suas mulheres na prisão, dizendo ‘quando os homens vão presos, as suas mulheres vão visita-los, porque vocês não fazem a mesma coisa!”. Se elas estão realmente preocupadas com as mulheres, porque as feministas falam “deixe aquele crápula morrer na cadeia, já que ele fazia mal para você!”. Elas não fazem isso, ao contrário, incentiva as mulheres irem visitar os seus agressores na cadeia.
Isso já é uma coisa antiga, as mulheres sempre visitam homens na cadeia, mesmo não conhecendo, porque muitas delas têm certo fascínio por homens marginais. Elas gostam desse tipo de homens, porque é para se sentir poderosa, sabe que ninguém irá se meter com ela, e também gosta intimidar os outros com o seu namorado marginal.

Mulheres dormem na rua, para fazer visitas intimas
Alguns tempo atrás, nos E.U.A criou um site exclusivamente para mulheres, que desejam manter contato com homens presidiários, e muitas delas pedem até mesmo o criminoso em casamento.
Pode-se ver no vídeo, que muitas dessas mulheres, dormem na rua feito bicho, somente para ter uma visita intima com o namorado/marido criminoso, em vez de esquecê-lo. Passam por uma série humilhações dos policiais, que ficam até mesmo peladas para o guarda, que para humilhá-la manda até mesmo mostrar o ânus.
Como os homens não querem passar pela mesma coisa, quando a sua parceira é presa, o movimento feminista sataniza os homens, dizendo que eles são frios e cruéis. Não se vê fila de homens, que dormem na rua, para ter visita intima da sua mulher, que esta presa, isso mostra que as mulheres gostam de marginais.

Todos eles recebem visitas intimas de muheres, que
nunca viram na vida!
Muitos dão justificativas que esses tipos de mulheres, têm baixo autoestima, que sofrem de depressão, e por causa da solidão, sente-se obrigada a se envolver a esse tipo de homens. O pior de tudo, quando são assassinadas, todos os homens são rotulados como mal e cruéis, não avaliando o comportamento errôneo da mulher, e para piorar a situação, as feministas falam “nunca deve culpar a vítima, mesmo que tenha feito coisa errada!”. O pior tipo de resposta foi que uma feminista disse à respeito, de uma garota  de classe média, que subia no morro e tinha relações sexuais com os traficantes e apareceu morta, que ninguém tinha direito de julgá-la, que mesmo ela fazendo isso, não justifica, que o traficante fez. É mesma coisa, entrar na jaula do leão e culpar o animal e não a pessoa, por isso, que o feminismo é o pior inimigo das mulheres.

Leiam também: http://quebrandoosmitos.blogspot.com.br/2013/06/mulheres-sentem-atracao-por-homens.html

Trabalho sobre o feminismo
www.marcioconsciencia.blogspot.com.br


4 comentários:

  1. ai não é por nada não mais tem muita diferença entre ladrão e estrupador primeiro que se um jack cai na cadeia do pcc ele se fode ...
    e outra mulher gosta de ladrão (assaltante) falo por experiencia propria ja fiquei 3 anos preso por trafico de drogas e tanto na rua quanto na cadeia tem varias que se envolve mesmo por que se sente protegida por status ve que o cara tem um conceito ta sempre com dinheiro conversa bem chega chegando as mina não aguenta qualquer uma pode ser rica ou pobre se para pra ouvir ja era se envolve mesmo eu conheci uma mina de poços de calda por telefone a mina trabalhava no forum da cidade dela fazia faculdade de advocacia tinha 21 anos se chamava juliane gata demais eu estava preso na colonia de franco da rocha em são paulo fiquei falando com ela durante umas 2 semanas até que ela resolveu me ver veio de poços de caldas pra franco da rocha só pra me ver quando eu vi a mina eu não acreditei era gata demais cabelo preto liso até a cintura baixinha linda passou a me vistar uma semana sim e uma não quando ela não ia quem ia era a bruna que morava em pirituba zona oeste de sampa a visita é sabado e domingo minha mulher ia no domingo todos os dias e assim foi até eu sair no dia 24/06 de 2012 mais pra finalizar mulher que falar que não fica com ladrão ta cuspindo pro alto kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu relato mostra bem como bandidos e marginais tem a maior facilidade em se relacionar com mulheres mesmo estando presos na cadeia,enquanto isso tem um bando de homens paspalhos honestos e trabalhadores que fazem o maior esforço pra conseguir mulher mais nunca conseguem nenhuma,infelizmente pra homens bons só o que sobra são balzacas rodadas e mães solteiras.

      Excluir
    2. O maniaco do parque recebe muitas cartas de amor, inclusive casou com uma dessas admiradoras.
      Assaltante não é melhor que estuprador não. Matar é pior que estuprar.

      Excluir
  2. Mas são só "submedianas" para baixo e quando uma bonita de fato sobe o morro para ver namorado marginal, é porque ela foi rejeitada ou pisoteada por um alfa natural.

    *Já as novinhas que se interessam por marginais, são aquelas que o pai é ausente ou bunda mole e elas veem no tal marginal uma certa segurança.

    ResponderExcluir