sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Jandira Feghali, o show do feminismo.





A candidata à prefeitura do Rio de Janeiro, Jandira Feghali que pertence ao Partido Comunista do Brasil, deu um show de feminismo nos seus discursos, a todo o momento, ela citava as mulheres, que vivemos no país machista, onde há desigualdade de gêneros e abusou muito da palavra estupro. Para quem não sabe, Jandira foi uma das percussoras do feminismo no Brasil, seus discursos sempre foram voltados para o público feminino, então usam a palavra “estupro” como arma de persuasão contra as mulheres, que através do medo cedem aos apelos das feministas.

Pareceu nitidamente como ela defende as escórias sociais, agora matar bandido e traficante virou sinônimo de matar pobre, objetivando assim jogar uma população contra a outra. Reconheço que a polícia comete os seus erros, mas pedir a extinção da instituição, em favor dos bandidos, isso chega a ser ridículo.

Jandira disse na entrevista que  era médica, se preocupava com a saúde do povo, mas isso, não passa de uma falácia, porque a minha mãe era do sindicato da saúde (Sindisprev), e na época dos sindicalistas estavam insatisfeitos com ela, porque não fez nada pela a classe. A saúde do estado está falida há décadas, cada ano piora mais, depois Jandira quer falar sobre os hospitais, que por sua vez, não fez nada.

O que mais me chamou atenção nos debates, foi a parte que ela disse, que as mulheres não podem andar sozinhas na rua de madrugada, onde são expostas a todos os tipos de perigos. Na mentalidade doentia dela, somente as mulheres sofrem com violência urbana, com os homens nada acontece, somos imunes a tudo, temos peito à prova de bala. Se for para falar de segurança pública, tem que ser para todos, não somente para as mulheres, tem que citar os homens também.

Comentei esse fato com uma mulher e ela responde: “Jandira está certo, porque nós mulheres estamos mais expostas ao perigo, sofremos o risco de ser estuprada, o homem não corre tantos risco do que a mulher! Ainda mais, violência contra homens não conta muito, porque não são mortos pelas mulheres, mas sim homem matando homem!”.

Então respondi: “Como a palavra estupro coloca medo em vocês, para apoiar causas feministas. A sociedade não importa com o sofrimento do homem, a sua vida não vale nada, a sua voz não tem importância. Homens são infinitamente mais assassinados do que as mulheres, mas a mídia só mostra assassinado de mulheres na intenção de ignorar a morte dos homens. As mulheres não matam homem, mas usa outro homem para fazer o serviço sujo dela. Muitas se envolvem com policia, bandidos, ou seja, com cara perigoso somente para fazer a cabeça dele, para se vingar do outro!”

Engraçado como a morte dos homens é ignorado na sociedade, já conversei com muitas mulheres, e já me responderam que não acreditam no sofrimento do homem na sociedade, que ele não tem problemas de depressão e ansiedade, são apenas máquinas de sexo desprovido de sentimento.

Quando a Jandira falou isso, na hora lembrei-me do desenho do super amigos, que a irmã da mulher maravilha, fez um veneno que matava somente homens. Que mais chamou atenção foi a parte dizendo do motivo de odiar os homens, tudo foi por causa da guerra, que o exercito invadiu o lugar, matando homens, mulheres e crianças, mas no pensamento doentio dela, ignorou as mortes dos homens, dando mais ênfase das mulheres. Feministas são assim, pode haver um genocídio, mataram 100 pessoas, se dessas vitimas apenas foram 2 mulheres, elas vão se solidarizar somente com a morte delas, e irá ignorar que 98 homens foram assassinados. No final do desenho, mostra que a irmã da mulher maravilha foi enganada pela rainha, que foi salva por um homem. Nesse momento do desenho fez me lembrar das feministas, que mentem e manipulam as mulheres para obter poder.

Jandira Feghali mostra quem realmente é, pertence ao partido responsável pela morte de milhões de pessoas no mundo, que através do vitimismo e da falsa cultura do estupro, demonizam os homens, criando uma paranoia coletiva nas mulheres, tudo na intenção de obter mais poder.

Jandira Feghali, que teve a ousadia de chamar a Globo de golpista, fez isso mais para aparecer, sabe que não irá ganhar as eleições, então resolve fazer uma media com o seu partido, mas se deu mal, a jornalista deu uma excelente resposta para essa comunista, que isso sirva de combustível para a emissora derrubar a carreira política dessa grelo duro.

Sem mais!


Márcio de Andrade

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

A paixão é uma maldição.


Será que você sofreu uma maldição na vida?

Tive um período da minha vida, onde entrei nas profundezas do inferno emocional, causando uma grande estagnação na minha vida, foi um período muito difícil, mas consegui superar esse obstáculo. Sofri uma depressão que durou mais de 10 anos, tudo por causa dos relacionamentos mal sucedidos, mas aprendi a superar de tal forma, que as pessoas não acreditam no que passei, chegando a pensar que nunca passei nada na vida. Trouxeram grandes lições, e aprendi que a vida não é má, ela quer apenas te ensinar, não aprendemos porque somos burros.

A paixão é uma maldição, porque carreguei a imagem de uma ex namorada durante 16 anos, lembrando dela todos os dias, cheguei até entrar na paranoia, pois ficava me questionando “Até quando vou carregar a imagem dessa mulher na minha mente? Será que vou lembrá-la até o memento da minha morte?”. Faço essa pergunta para os leitores “Até quando vão levar a imagem da ex na sua mente?”, fica esse questionamento.

Magia significa “a arte de influenciar no comportamento do outro”, você pode até não acreditar nisso, mas existe a auto magia, que devido de querer satisfazer os sentidos, acabamos fazer um trabalho de amarração em nós mesmo, fazendo com que ficamos com a mente fixa naquela mulher.

Esta casado, morando com outra mulher, já tem filhos, mas
não consegue esquecer da sua ex. Até quando vai continuar pensando nela?
Não vai dizer que não é uma maldição, você namora ou está casado, com filhos, já constituiu uma família, mas não consegue esquecer da sua ex, os anos passam, sempre se encontra no ponto de início, não é feliz nos relacionamentos, não consegue se desenvolver, não consegue estudar e nem trabalhar, porque lhe falta concentração, desiste das coisas antes mesmo de começar, tudo que faz dá errado, por mais esforçado que seja. Quando a área dos relacionamentos vai mal, afeta todas as outras áreas da vida, por mais esforço que faça, tudo será em vão.

Devemos superar todas as paixões (não somente em questões das mulheres, inclui também o futebol, cantor, esportes, etc),porque em vez de aprender a superar as suas fraquezas, faz ao contrário, se apegam nessas coisas na forma de suprir a sua carência.
A pessoa amaldiçoada jamais encontrará um bom destino, nem felicidade que dure, trilhará em maus caminhos, ficará preso no cativeiro das paixões, pois está perdido em espírito e sem razão para viver.

Todas as amarras mentais é um ato de violência contra a si mesmo, que impede o seu desenvolvimento em todos os campos da vida. Todas as paixões é um ato de violência contra si mesmo, sua vida será medíocre, lembrado sempre da ex.

A maldição de uma amarração mental castigará em espírito do homem, seu emocional será destruído, ficando perdido perante as adversidades da vida, ficando desorientado, confuso, vida dispersa, insônia, pesadelos, torturado pelos maus pensamentos, sem rumo na vida infestando assim a sua alma.

Amarração mental também possui significado de um processo de condicionamento (todos os homens foram criados para ser escravos de mulheres, pelos meios de comunicações), que geram todas as maldições. Todos os círculos viciosos da vida são considerados uma maldição, afetando seriamente a alma da pessoa, fazendo com que a vitima viva no eterno cansaço. Por isso, que vive sempre cansado, mesmo que não faça nada. Amarrar significa obrigar a força, impedir o movimento e desenvolvimento, sujeitar-se as coisas fúteis, e ato de violência contra si mesmo.

A pessoa amaldiçoada pode mesmo revelar um comportamento rebelde, uma revolta quase inexplicável, que pode se manifestar nos vícios e maus comportamentos, gerando assim todos tipos de impedimentos e todas as espécies de bloqueios mentais. Sempre levará uma vida de infelicidade, irá frequentar nos piores ambientes, levando os tombos, perderá o respeito na sociedade, perda da autoestima, sempre andará em más companhias, que nunca lhe dará a verdadeira felicidade.

Segue o rumo natural da vida, assim como a água de um rio.
Como disse antes “A vida não é má, ela quer apenas te ensinar, não aprendemos porque somos burros”, procura entender o que ela quer te ensinar, mas por causa, de querer satisfazer os sentidos, apegos nos vícios, não conseguimos entender o verdadeiro significado da vida. Saia das maldições das paixões conduza a sua vida para superar os vícios, desamarra a sua vida, seguindo o rumo natural da vida, nós estamos nesse mundo para passar no processo de autocorreção. Corrija a sua vida, vencendo as suas fraquezas, que serás um abençoado e não um amaldiçoado.


Sejam Felizes e Superam as Paixões!   

Márcio de Andrade