sexta-feira, 12 de maio de 2017

Energia da estagnação.

Saia da estagnação, liga a sua mente.

É um assunto muito sério quando o individuo está envolvido por essa energia da estagnação, o tempo passa e nunca sai do lugar, fica sem rumo e perdido perante a vida. Sua existência é insignificante, passa a acreditar que a vida é assim mesmo, parece que apertou o interruptor de desligar, perdeu totalmente a vontade de fazer as coisas. É uma energia da obscuridade que nasce dentro da pessoa, que pode ser acionada de acordo com a sua vivência, todas as pessoas que conheceram o preconceito e a discriminação, começa a se fechar para o mundo, não confia mais nas pessoas, e a consequência disso gera os bloqueios mentais.

Para se aliviar das suas angustias, o homem começa a procurar prazeres mundanos, procurando sempre um ponto de fuga, então sempre se apega em alguma coisa, como futebol, MMA, academia, amizades e ambientes fúteis, filmes pornográficos, etc. Mas, ele não tem consciência que esses tipos de atividades vão colocá-lo ainda mais no fundo do poço, gerando mais energia da estagnação e bloqueios mentais.

Quando o homem não é correspondido no amor, foi rejeitado por causa do seu status social, viu a sua amada nos braços de outro homem, porque ele é rico, onde todas as mulheres que conhece obtém a mesma resposta, isso gera trauma que por sua vez gera a energia da estagnação. A estagnação gera a ergofobia, a pessoa frustrada e decepcionada não irá conseguir trabalhar e nem estudar, por mais que se esforça, a sua mente irá sabotá-lo, apertando o interruptor desliga.

Desatar os laços da obscuridade é combater os seus vícios, maus hábitos, preconceitos, pois deve aprender reciclar a sua mente, associando com pessoas que buscam objetivos na vida, leia bons livros, assista palestras, criando assim novas ideias. Tenha nobreza e equilíbrio, lidere a sua mente, o sábio consegue convencer a si mesmo “Quero ser de tal maneira!”.

Afasta-se de amizades que não te acrescentam em nada.
Corte amizade com pessoas fúteis e inúteis, os Vedas ensinam que devemos nos afastar de amigos que fala somente de mulher e sexo, pois a mulher é o símbolo máximo da ilusão e falso prazer. Prazer verdadeiro é ter paz de espírito, não ser torturado pelos pensamentos, abandonar os vícios, controlar os sentidos, amizades sincera de preferência com pessoas sábias, os ignorantes manda embora, superar as paixões, eliminar todas as suas fraquezas.

Todos os desejos de suicídios são gerados pela energia da obscuridade, pois a vida sempre vem acompanhada da morte, assim como as pessoas tem vontade de viver, tem a mesma vontade para morrer, que pode ser acionada através da decepção, frustração e angustia. Para sair desse inferno terrestre, o homem deve criar novos objetivos na vida, nunca desistir, tentar sempre, mesmo as coisas dando errado, o eterno pensar, pensa cansativamente até conseguir obter aquilo que quer. Não queira começar pelo alto, começa por baixo, gota a gota, trabalho de formiguinha, aprende trabalhar com o tempo, pois nenhuma arvore nasce adulta, tudo começa pela semente, então plante a sua.

Perca o medo de trabalhar, começa com trabalho simples, até mesmo como faxineiro (sei que para muitos é humilhante), enxerga isso como treinamento, pois realizando tarefas simples e pesados, irá queimar a energia da estagnação. O que não pode acontecer é se acomodar nos subempregos, peça descontos ou bolsa de estudos nos cursos, leia matéria referente na área que quer atuar, os vídeos aulas são muito bons aprende mais do que na sala de aula, porque as informações são mais concentradas.

A energia da estagnação é muito difícil de ser superada, não é assim tão fácil superá-la, mas trabalha com tempo e paciência, procura ajuda, existe pessoas boas que gostam de ajudar as outras pessoas. Abandona os vícios e o materialismo, joga toda a sua atenção sobre você mesmo, seja amigo e proteja a si mesmo, pare de acreditar que a mulher é tudo nas suas vidas e segue o seu rumo em paz.

Seja Felizes e Superam as Paixões!

Márcio de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário