quinta-feira, 26 de julho de 2018

O confrade agradece a todos os Guerreiros da Real.

Sempre será um prazer ajudar um irmão que precisa de ajuda!

Para entender a matéria clique aqui

Olá Marcio de Andrade. Desculpa a demora pra te responder irmão, é porque eu dei uma afastada da internet, estava me prejudicando muito. Eu acompanhei algumas respostas e lendo minha historia percebi o tamanho da cagada que estava fazendo na minha vida. 

No momento eu estou focado em arrumar um emprego, contratei um enfermeiro pra me ajudar com meu pai. Estou lendo atualmente um fórum chamado legado realista que é muito bom e tem me ajudado a me reencontrar, vejo ela sempre e marido dela,  nunca mais vi por aqui após nossa conversa.  

Só tenho a agradecer a você e aos autores dos textos que venho lendo, esta sendo uma luz na minha vida, mas eu parei de ver as redes sociais dela, até excluí as minhas.  Tomei consciência que eu sempre fui o errado, não culpo mais ela por nada, ela foi honesta comigo desde quando se apaixonou por ele, ele teve sorte de encontrar uma mulher como ela, espero que algum dia consiga tira-la do meu coração, pois sempre a amei e acho que nunca mais vou conseguir amar alguém igual, mas não tenho muito o que fazer.  

Meus planos agora é voltar ao mercado de trabalho e fazer alguns cursos sei lá, preciso sair mais de casa e conhecer gente nova. Estou bem agora, acho que o pior já passou. Não penso mais em matar ou morrer, graças a Deus e a vocês que me ajudaram. 

Deus te abençoe grandemente amigo, muito obrigado por não me julgar e se preocupar comigo, sua ajuda foi fundamental, você é um grande homem. 

Abraços. 

O Confrade Antônio Carlos já me tinha enviado esse e-mail há 1 mês, mas devido as problemas pessoas, demorei de publicar o agradecimento desse Guerreiro, que está passando por um inferno emocional. A pior coisa que o homem pode sofrer são as crises de abstinência, quando sofre devido à falta da pessoa amada, causando uma enorme tristeza e uma sensação de perda muito grande. Por onde você olha, sempre vê a imagem da pessoa amada, seu corpo sente falta de ter contato com ela, sensação de desespero toma conta de si, e pior de tudo não pode falar o seu problema, senão será ridicularizado.

Por isso, que tinha escrito para os leitores respeitar o Confrade, porque sempre existem os Rambos do Teclado, que os comentários ofensivos não seriam aprovados, pois o nosso objetivo de vida é sempre ajudar um irmão que se encontra no fundo do poço, essa é a missão do Movimento da Real. Nossa meta não é criticar, mas sim ajudar as pessoas, assim como eu ajudo vocês, o único retorno que peço a vocês é ajudar os outros homens, que se encontram no fundo do poço. Estudem os meus textos e pesquisam em cima disso, adquirem conhecimento e ajuda o próximo.

Uma vez, um Confrade disse para mim: “Já li todos os materiais da Real, principalmente o seu blog, mas mesmo assim, não consegui superar as paixões!”. O que respondo a isso, para superar as paixões é um trabalho árduo, devemos matar um leão por dia, devemos ter uma vontade sobrenatural para superar essa fraqueza, para sair do cativeiro material. Uma coisa pode ter certeza, lendo o material da Real, você plantou a semente dentro de você, então somente questão de tempo para elas brotarem. Nenhuma arvore nasce grande, primeiro precisa jogar a semente, então vocês já jogaram as suas. Existe uma espécie de arvore na Índia que demora décadas para brotar, primeiro ela cria raízes bem forte, crivado na terra, e depois começa crescer, e depois de adulta fica impossível de arrancá-la. O ensinamento da Real é a mesma coisa, demora anos ou décadas, mas quando criar raízes fortes, e se desenvolver por completo, nunca mais sofrerá as dores da paixões.

O feminismo já existe há mais de 1 século, e tem todo aparato do governo, mídia, escola, universidades, etc, e o Movimento da Real tem apenas 10 anos, não possuindo o mesmo aparato das feministas. Somos sementes para o futuro, estamos preparando terreno para as futuras gerações, para não passar, o que muitos homens passaram ou ainda passam.

Fiquei feliz que todos vocês ajudaram o Confrade Antônio Carlos, que ele encontrou o seu caminho, desistindo de fazer mal a moça e a sua família, e principalmente a si mesmo. Desejo do fundo do coração, que o Confrade supera as paixões, esquecendo-se dessa moça e possa seguir a sua vida em paz e sem sofrimento. Fico emocionado quando alguém escreve para mim, agradecendo pelos meus ensinamentos, pois acredito que estou cumprindo a minha missão de vida. Considero todos vocês como irmãos, sempre será um prazer em ajuda-los, às vezes fico pouco chateado não poder me dedicar mais a Real. Nós estamos jogando as nossas sementes, que no futuro se tornara uma grande árvore, com raízes fortes, tornando impossível de derrubar. Ao meu irmão Antônio Carlos, desejo muitas felicidades, segue o seu destino de cabeça erguida, não olhe para trás, seguindo o seu próprio caminho.

Muitas Felicidades, que Deus te abençoe!

Sejam Felizes e Superam Todas as Paixões!

Márcio de Andrade

8 comentários:

  1. Ainda bem que esse camarada está no caminho certo.

    ResponderExcluir
  2. Márcio minha ex namorada um dia antes de eu terminar com ela me agrediu pois não deixei ela mexer no meu celular, me chamou de broxa e de pinto pequeno. No dia seguinte ela me mandou um print do celular dela onde apareceu o ícone do Tinder... Questionei o porque disso e ela disse que na raiva colocou pra baixar, mas nem instalou. Me sinto um bosta por ter sido tão humilhado. Mas também não poderia aceitar isso, acabaria sendo cuckold. O problema que sou meio beta e estou num celibato violento. E tenho trauma de usar apps( o fato de eu ter conhecido minha ex num app e ela ter baixado duas vezes depois que começou a namorar comigo, me deixou com medo de tentar a sorte denovo, até mesmo que seja só pra sexo casual). Além disso sempre conversava com ex e não rejeitava de cara homens que mandavam mensagem pra ela, sempre acabava rendendo um pouco. Ela não se dava ao respeito e nem me respeitava, pois um cara já elogiou ela, enquanto ela namorava comigo e ela não bloqueou ele e alguns dias depois ele mandou uma mensagem pra ela: " você tem certeza que está namorando?", Se fosse o contrário uma mulher perguntando isso pra mim eu block na hora ou contaria ela toda.
    Porque ela não xingava nem humilhava esses fdps e me humilhava, eu que a amei tanto? Cheguei a fazer meses de psicoterapia pra tentar entender isso, mas o psicólogo me deixava pior, me fazendo mais culpado. Fazia questão de me comparar todo o trmpo, até com ex dela, que ela mantinha contato, um cara bissexual e playboy. Mostrava prints do perfil do Instagram dele onde o cara postava fotos com a namorada, textos toscos de amor e etc. E me criticava por eu não fazer o mesmo com ela. Aí quando eu apelava e falava que o cara era um playboyzinho viado e etc ela falava que eu tinha inveja dele... As vezes fico sem entender o que fiz na vida pra ter merecido uma mulher como minha ex namorada. É como minha auto estima é/era tão baixa a ponto de aceitar um relacionamento tão abusivo, em troca de poucos momentos de afeto e palavras de fwrinhc

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pqp mano!
      Como você aguentou tudo isso?

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
    3. Cara entenda uma coisa, tinder, badoo, jaumo e similares são aplicativos para sexo casual, se uma mulher usa esses aplicativos ela é imprestável para um relacionamento sério. O seu erro foi assumir uma vadia que vc deveria ter apenas transado casualmente e descartado depois.

      Excluir
  3. Fico chocado com os relatos que leio aqui.

    ResponderExcluir
  4. Márcio, gostei demais desse vídeo
    https://m.youtube.com/watch?v=LJVPs0baAUM
    Indico a quem tiver paciência e tempo para ver.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Confrades, acabei vendo o vídeo acima é pesquisei mais sobre o autor, ele acredita em atração, pensamento positivo e etc. Ano passado comecei a mentalizar para encontrar uma namorada ( nunca tinha namorado) e mentalizava uma boa menina, que fosse "perfeita" pra mim. Acabou que poucas semanas depois ( coincidência ou não) comecei a namorar pela primeira vez, nos primeiros dias parecia perfeita. Mas com o passar do tempo me fez um mal muito grande que cheguei a fazer terapia com psicologos e tomar antidepressivo, se mostrou justamente o contrário do que eu mentalizava. Estou com medo de ouvir os áudios desse cara e cair numa nova enrascada. Já que estou me recuperando aos poucos, já parei com os antidepressivos e também parei de ir no psicólogo.
    O que vocês acham confrades?
    Abracos!

    ResponderExcluir