quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

O mundo miserável.

Em toda parte do mundo obedece às mesmas leis.


Antes leiam Pacto com a Real:http://bufalodareal.blogspot.com.br/2016/11/quero-fazer-um-pacto-com-voces.html

Faça doação: http://bit.ly/2fBIsYZ


Os 4 princípios desse mundo são: contra a sua vontade você nasce; contra a sua vontade, tu vives; contra a sua vontade, sofre; contra a sua vontade, irá morrer; são coisas imposta pela vida, nós não temos opção, devemos encarar todos esses obstáculos senão levaremos uma vida miserável. Miséria aqui não no sentido financeiro, mas sim, tudo aquilo que provoca sofrimento, existe a miséria da depressão, miséria das paixões, miséria das doenças, por isso, na literatura védica classifica esse mundo como miserável.

Até para nascer, nós sofremos.
Contra a sua vontade, você nasce, então não adianta ficar se lamentando dizendo “Eu não pedi para nascer!”, se pediu ou não para nascer, não interessa, você vive, mesmo contra a sua própria vontade. Isso significa que a natureza é ditadora, que exerce o poder absoluto, onde detém todos os poderes, pois quem não obedece as suas leis, vão diretamente ao matadouro das leis da natureza. Pois quem acredita que é livre para fazer o que quer na vida, irá levar uma vida cheio de sofrimento, atraindo somente pessoas que nunca vão lhe trazer felicidades, sentirá atração somente em lugares repugnantes, os seus relacionamentos serão fracassados e nunca terá a paz de espírito.

Mesmo sofrendo com mendicância, a pessoa
quer viver, mesmo contra a sua vontade. 
Contra a sua vontade, vives, levará uma vida cheio de sofrimento, por mais que sofra, tem medo de morrer, mesmo levando uma vida miserável. Por exemplo, já vi mendigos praticamente em estado de decomposição, comendo lixo, uma situação de extremo sofrimento, mas quem está de fora pensa: “Se me encontrar numa situação dessas, eu me mato!”, engano seu, a natureza irá tirar a sua vontade de cometer suicídio, somente para fazer você sofrer. Para muitas pessoas viver é um castigo, acorda cedo, trabalha longe, ganha pouco, uma esposa miserável, dorme pouco, sofre de todas as espécies, mesmo com todo esse sofrimento, ele quer viver a todo custo.

Não quer enxergar a vida, irá sofrer mesmo.
Contra a sua vontade, sofres, muitos reclamam do sofrimento, mas não buscam alternativas para superá-los, preferem se acomodar, pois tem a necessidade de se fazer de vitima. As paixões mundanas são características de todas as espécies de seres vivos, todas as fêmeas exercem poder em cima dos machos, até mesmo na espécie humana, mas existe uma diferença, o homem tem como sair do domínio de uma fêmea, coisa que animal não consegue. Se o homem não consegue sair do domínio da mulher, porque ele não é humano, mas sim animal, que deixa se guiar pelos seus instintos mais baixos. Muitos reclamam, mas não querem sair do domínio de uma mulher, e acredita que elas são tudo na sua vida.

O destino de todos os seres humanos.
Contra a sua vontade, vai morrer, a maior estupidez da vida é lutar contra a velhice, se identifica somente com o próprio corpo, fazendo tudo para mantê-lo sempre jovem. O homem se deixa impressionar com a beleza de uma mulher, mas esquece de que a beleza não é para sempre, pois todos estão envelhecendo, a sociedade não tem consciência que a velhice é a irmã da morte. Tudo é ilusão, não no sentido que nada existe, mas sim, no sentido que a vida passa tão rápida, mais tão rápida, que dá a sensação daquilo nunca existiu. O maior medo do homem é a morte, para se afastar dessa “terrível” realidade, procura prazeres mundanos, para esquecer-se dessa realidade, por isso, que fica preso no cativeiro das paixões.

O homem racional que tomou consciência dessas 4 características desse mundo, não deixa se influenciar por ele, sai dos círculos viciosos da vida, chegando tranquilo até o momento da sua morte, caso contrário levará uma vida inteira cheio de sofrimento, tornando a sua existência totalmente medíocre. Por isso que se diz, a consciência é uma coisa pessoal, não podemos ensinar para o outro, aquilo que vemos visivelmente, o máximo que podemos fazer é indicar o caminho, mas a caminhada é totalmente sua. Viemos a esse mundo para aprender superar os obstáculos da vida, esse mundo é um universo de experiência, pois  tomando consciência disso podemos ajudar nós mesmo e respectivamente os outros que estão a nossa volta.

Sejam Felizes e Superam as Paixões!

Márcio de Andrade

e-mail: marciio.andrade22@gmail.com

Ajude a minha saúde!


Faça doação: http://bit.ly/2fBIsYZ



3 comentários:

  1. Muito bom. Parabéns!

    Ademais, viver é superar obstáculos e não somente sofrimentos. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Uma ressalva neste texto: Nós nunca podemos defender ancianizações precoces ou tardias, pois elas são maléficas a nossas saúdes. Ou seja, muitos de nossos estilos vitais ou muitas de nossas alimentações nos geram isto.

    ResponderExcluir
  3. Outra ressalva: O Pai dos Sofrimentos não é Jeová, mas, sim, Satanás. Satanás também é o Pai das Pobrezas, o Pai das Incompetências Estatais e assim sucessivamente.

    ResponderExcluir