domingo, 25 de março de 2018

Será o Nessahan Alita é um feministo?


Os Realistas sempre procuram o desenvolvimento, sendo o foco principal é superar as paixões, em que buscaram na literatura do Nessahan Alita, uma forma de superar as suas fraquezas. Mas, será que ele foi sincero nas suas escritas? O que modificou nas vidas de vocês? Trouxe um resultado satisfatório, ou apenas um alivio temporário, fazendo com que volte para a matrix novamente?

No jornalismo existe uma coisa que se chama “humanizar o criminoso”, escrever uma matéria com a finalidade de defender um criminoso, tornando-o como vítima das circunstâncias. Por exemplo, quando estava no 7ª período da faculdade, fiz uma prova final para defender um assassino, que matou toda a sua família porque tinha descoberto que era filho adotivo. Então escrevi mais ou menos assim: “Cuidado do rapaz, sempre foi amado pela sua família, nunca lhe faltou nada, mas ficou totalmente desiquilibrado, que cometeu atos errôneos. Todo mundo pode sofrer um surto, mas não devemos julgar, porque não estamos na pele dele, pois devemos mostrar empatia!”.

Depois descobri que os advogados faz a mesma coisa, procuram humanizar os bandidos, jogando até mesmo com a fé das pessoas “Você é cristão, não pode julgar!”, “Quem pode julgar é somente Deus”, e assim por diante. Usar as crenças das pessoas na forma de persuadi-las, para ceder os seus argumentos é muito apelativo.

Nessahan Alita usou a mesma técnica, em que descreveu perfeitamente a realidade feminina, mas ao mesmo tempo, sempre dá justificativas para elas dizendo “As mulheres são assim mesmo, nós devemos procurar perdoá-las!”, “Se saber dominá-la irá conquistar o coração dela”, “Não confunde feministas conscientes, com as feminazistas!”, “A culpa é sempre nossa, nunca são delas!”. Essa última foi foda, o homem está sendo sincero e transparente com a mulher, mas quando é sacaneado a culpa é totalmente dele. Sei que ele falou isso, que a mulher  ataca no nosso ponto fraco, que devemos nos fortificar, mas isso não é covardia delas, atacar no nosso ponto fraco, em que pode induzir o homem ao suicídio? Como lutar no campo emocional contra a mulher, se elas são invencíveis nesse campo, porque trabalham com ilógica e irracionalidade, enquanto o homem usa a logica e a racionalidade? Nesse ponto a ignorância supera a sabedoria!

Nessahan Alita usou a mesma técnica do jornalismo e o direito, humanizar as mulheres com todos os defeitos que pode destruir com a vida do homem, e pior de tudo colocar a culpa em nós mesmos por ser fraco. Ele disse a verdade sobre as mulheres na forma de convencer o leitor, depois que pega a confiança, começa a dar laços de esperança ao homem, que irá encontrar a mulher exceção. Por isso, que muitos da Real fala em mulher exceção, acreditando que vão encontrar a sua amada.

Uma vez escrevi uma matéria chamada “O grande erro da Real”, quando falava que as mulheres depois dos 30 anos ficam legais para o relacionamento. Em 2 de agosto irei fazer 45 anos, me relaciono com mulheres da mesma faixa etária, e posso te falar abertamente, que elas não mudam de comportamento, a única diferença que é mais camuflado do que antes. Converso com homens de 60 e 70 anos de idade, e falam a mesma coisa, que elas sempre querem levar vantagens no relacionamento ou sacaneam o homem.

Alguns imbecis, babacas e manginas, apelam dizendo que não devemos generalizar, então acaba colocando a sua mãe no meio na forma de calar a sua boca. Se é para apelar então apelo, dizendo que todas as mulheres são putas, incluindo a minha mãe e a sua, somos na verdade todos uns filhos da puta. O assunto é sobre filosofia, e não colocar parentes no meio da discussão.

Quando chama a mulher de vagabunda, a primeira coisa que vem à mente é na conotação sexual, mas não é isso, a mulher pode ter tido pouquíssimo parceiro, pouca experiência sexual, até mesmo virgem, mas é vagabunda no sentimento, vagabunda nas suas ações, vagabunda pelo seu pensamento egoísta, e assim por diante.

O que o Nessahan Alita fez foi anular todos os comportamentos negativos da mulher, porque expondo de uma maneira clara todos os defeitos delas, mas justificando dizendo que devemos perdoá-las, porque são assim mesmo, isso é uma técnica de manipulação, muito usado no jornalismo e o direto. Tem uma frase no jornalismo que diz: “Tudo aquilo que é mostrado demasiadamente, cai no esquecimento!”, isso se chama técnica do esquecimento, expõe os problemas e depois a pessoa irá ignorar.

Foi que o Nessahan Alita fez mostrou perfeitamente a realidade feminina, mas sabendo que tudo iria cair no esquecimento, a prova disso é quando acredita na mulher exceção, por isso, que muitos estão voltando para a matrix.

Estou na Real desde 2008, na época do Orkut, nós nunca acreditamos na mulher exceção, mas de uns tempos para cá, muitos adotaram esse pensamento da “mulher exceção”, que na época do Orkut era motivo de piada. A Real ficou decadente chegando até o ponto de algumas páginas ser administradas pelas mulheres, então resolveram modificar a essência da Real, para adaptar a sua realidade. A essência da Real é essa “Não existe mulher exceção! Elas vão te sacanear, é somente questão de tempo!”.

Soube de casos de homens que cometeram suicídio porque voltaram acreditar na mulher exceção, teve um Confrade que caiu nesse truque barato, que fez a maior merda na vida, fez um filho com uma mãe solteira, e agora deve pagar pensão, que deve se virar senão irá preso.

Como disse no vídeo Nessahan Alita foi inteligente, usando a técnica do esquecimento muito usado no jornalismo, expondo o comportamento feminino, sabendo que no futuro todos os homens iria ignorar o lado obscuro das mulheres. Quem não aceitar essa realidade de que todas as mulheres se corromperam, viverá na forma mais miserável de existência, sendo destruído através das emoções.

Sem mais!

Sejam Felizes e Superam as Paixões!

Márcio de Andrade

7 comentários:

  1. Excelente texto. Era isso que me irritava quando lia nessahan alita. Por isso que não se pode estudar só pelo livro dele. É importante ler blogs que falam a verdade de forma forte.

    ResponderExcluir
  2. Se na época da bíblia já não existia mulher exceção, porque o cara vai acreditar nisso. Talvez as únicas mulheres exceções que existem nos dias atuais são:

    1) Esther Villar que escreveu 3 livros, homem domado (tem em português), o sexo poligamo (tem em inglês) e o fim da manipulacao (este ultimo só tem em alemão).
    2) Claúdia Pacheco que escreveu o livro mulheres no divã que fala verdades sobre o comportamento feminimo.
    3) Mary T Cleary que ajudou Roy Sheppard a escrever o livro that bitch protect yourself against woman with malicious intention (só tem em inglês).

    Eu pretendo comprar o livro mulheres no divã e that bitch pois esses ainda não li. Não compro o livro o fim da manipulacao porque não sei alemão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você não entende nada de alemão então é só traduzir às palavras do alemão pro português através do Google tradutor ora bolas...

      Excluir
    2. O terceiro livro eu não conseguir baixar na internet.

      Excluir
  3. Veja esther vilar x feminista legendado em portugues:

    https://www.youtube.com/watch?v=GyLhT1S4qxM

    ResponderExcluir
  4. O livro sexo poligamo da esther vilar tambem tem em portugues. Veja o livro em pdf:

    https://drive.google.com/file/d/0BwGfomwEFYUyZ2o3Vi1SazFQekE/edit?pli=1

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto. Concordo em partes. Os livros de Nessahan Alita se tornaram "livros religiosos", infelizmente, onde o criador não aparece e esclarece verbalmente e as interpretações fica a cargo dos leitores. Ademais de sua principal obra (Como lidar com as mulheres), os outros livros, acredito eu, respondem bem algumas indagações que vc fez. Quando ele humaniza a mulher, é uma forma de não tornar os leitores misóginos. Em todas as obras ele esclarece que não recomenda a leitura a pessoas imaturas (não me refiro ao autor do artigo), sectarismos ou coisas do gênero. A minha interpretação das obras de Nessahan Alita é a de que é mais fácil aceitar as coisas ou as mulheres como elas são (nos livros ele cita demasiadamente sobre a "dissolução dos egos") para que vc consiga viver em paz, sem julgamentos, aceitando e sabe se posicionar de maneira que seja minimamente afetado. E o mais óbvio, mesmo sabendo que as mulheres tem seu lado FDP, vc n conseguirá viver sem elas, caso seja hétero.

    ResponderExcluir